Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Maia
Logótipo da Câmara Municipal de Maia

#sorrirseguirseguro

Ilaria Centorrino - Festival Internacional Órgão & Música Sacra

15 Out
Adicionar a calendário 2021-10-15 00:00:00 2021-10-15 00:00:00 Europe/Lisbon Ilaria Centorrino - Festival Internacional Órgão & Música Sacra Evento
Ilaria Centorrino - Festival Internacional  Órgão & Música Sacra
Cultura

O Festival Internacional Órgão & Música Sacra vai contar com 42 concertos, divididos por 26 igrejas do Porto, Maia, Gondomar e Valongo.

Na Maia, haverá seis pequenos concertos no Salão Nobre da Câmara Municipal da Maia e mais sete concertos nas igrejas de Nossa Senhora da Maia, Igreja de Silva Escura, Mosteiro do Divino Salvador de Moreira, Igreja de S. Tiago de Milheirós e Igreja de São Faustino de Gueifães.

Sexta-feira, dia 15 de outubro às 21h30. Igreja de Nossa Senhora da Maia. Concerto excecional para órgão e orquestra sinfónica, com a organista Ilaria Centorrino (Itália) acompanhada pela Orquestra Sinfónica da ESMAE/IPP sob a direção do maestro José Eduardo Gomes.
Programa: Fantasia Concertante (1969) para órgão e orquestra de câmara de Frederico de Freitas (1902-1980) e a Sinfonia no 3 em Dó menor “Órgão” de Saint-Saëns (1835-1921) na comemoração dos 100 anos da morte do compositor e integrado nas comemorações dos 500 anos do Foral da Maia.

Ilaria Centorrino


Ilaria Centorrino nasceu em Messina (Itália) em 1998. Começou a estudar piano na infância e mais tarde em 2013 começou a estudar órgão na escola “A. Corelli ”- Conservatório de Música de Messina (Sicília). Em 2014 mudou-se para o Conservatório de Música “S.Giacomantonio” em Cosenza onde frequenta o curso de Bacharel em Órgão com o prof. Emanuele Cardi.
Já se apresentou em concertos de órgão na Itália, Suíça e Inglaterra e frequentou masterclasses com alguns dos mais importantes professores de órgão como Jurgen Essl, Guy Bovet, Ludger Lohmann, Theo Jellema, Masaaki Suzuki, Christophe Mantoux e Daniel Zaretsky.
Em 2016 ganhou o primeiro prémio no Concurso Internacional de Órgão “Tisia”, o Segundo prémio (primeiro prémio não atribuído), prémio especial “Franz Zanin” no 5º Concurso Internacional de Órgão “Organi storici del Basso Friuli” e segundo prémio no 6º Internacional Concurso de Órgão “Premio Elvira Di Renna” em Faiano. Foi uma das semifinalistas na Competição Internacional de Órgãos em Groningen e Wiesbaden (ed. 2017). No mesmo ano foi premiada como uma das excelências dos Conservatórios italianos, ganhadora de prêmios em concursos internacionais, pelo Presidente da Câmara dos Deputados Italiana, On. Laura Boldrini.
Em 2018 foi selecionada para competir na Competição Internacional de Órgão em Nürnberg. Foi altamente elogiada durante a Competição Internacional de Órgão da Irlanda do Norte em Armagh e ganhou o primeiro prêmio no “XIII Premio delle Arti 2018”, a competição nacional de órgão entre todos os Estudantes de órgão dos Conservatórios italianos. Foi escolhida como uma das três finalistas no Concurso Internacional de Órgão de Miami (fevereiro de 2019), onde ganhou o terceiro prêmio.
Em novembro de 2018 gravou seu primeiro CD para a Urania Record no órgão do Pinchi da igreja de S. Giorgio em Ferrara, dedicado à influência italiana na música de órgão do norte da Europa. Em setembro de 2019, ganhou o primeiro prêmio no concurso “Fondazione Friuli” em Udine (Itália), no qual o presidente do júri foi Olivier Latry, e em outubro do mesmo ano ela ganhou o terceiro prêmio no “Concurso de Órgão Sweelick” em Amsterdão.

José Eduardo Gomes


Foi recentemente laureado com o 1o Prémio no European Union Conducting Competition, tendo ganho igualmente o prémio Beethoven no mesmo concurso. É maestro titular da Orquestra Clássica da FEUP e Professor na Escola Superior de Música e das Artes do Espectáculo do Porto, onde trabalha com as várias Orquestras. Foi maestro titular da Orquestra Clássica do Centro (2016 a 2018), maestro associado da Orquestra Clássica do Sul (2018/2019), maestro titular do Coro do Círculo Portuense de Opera, no Porto (2011 a 2017) e maestro principal da Orquestra Chambre de Carouge, na Suíça, (2008 a 2011).
Iniciou os seus estudos musicais no clarinete em V. N. Famalicão, sua cidade natal. Mais tarde, prosseguiu os seus estudos na ARTAVE e ESMAE, onde se formou na classe do Prof. António Saiote, tendo recebido o Prémio Fundação Engenheiro António de Almeida. Mais tarde, prosseguiu estudos na Haute École de Musique de Genève (Suíça), em direção de orquestra com Laurent Gay e em direção coral com Celso Antunes.

José Eduardo é membro fundador do Quarteto Vintage e do Serenade Ensemble. É laureado em diversos concursos, onde se destacam o Prémio Jovens Músicos, Categoria Clarinete e Música de Câmara e Concurso Internacional de Clarinete de Montroy (Valência). É igualmente laureado do Prémio Jovens Músicos, Categoria Direção de Orquestra, onde recebeu também o prémio da orquestra. Nos últimos anos, tem sido convidado para trabalhar com as principais orquestras portuguesas, atuando nos mais destacados festivais de música em Portugal. Nas temporadas 2020/21 e 2021/22 tem agendado concertos em Portugal, Alemanha, França, Hungria, Bulgária e Itália.
No domínio da ópera, já participou em várias produções, tais como Mozart Don Giovanni e Cosi Fan Tutte, Haydn Lo Speziale, Marcos de Portugal La Donna di Genio Volubile.
Outra parte importante do seu trabalho é dedicado a orquestras de jovens, um pouco por todo o país. É diretor artístico da JOF – Jovem Orquestra Famalicão.
Em 2018 foi agraciado com a Medalha de Mérito Cultural pela Cidade de V.N. Famalicão.

Orquestra Sinfónica da ESMAE


Criada em 1994, a Orquestra tem como objetivo o enriquecimento curricular e pedagógico, proporcionando aos estudantes uma futura integração em agrupamentos profissionais e orquestras. É considerável e representativo o repertório já abordado pela Orquestra. Igualmente no âmbito da Ópera e da Música Coral Sinfónica se tem desenvolvido trabalho relevante.

Programa completo aqui: https://bit.ly/3mzy72f