Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Maia
Logótipo da Câmara Municipal de Maia

#sorrirseguirseguro

'A velha casa de madeira'

04 Jun
Adicionar a calendário 2022-06-04 00:00:00 2022-06-04 00:00:00 Europe/Lisbon "A velha casa de madeira" Evento
"A velha casa de madeira"
Cultura

4 de junho, 11h00
Biblioteca da Quinta da Caverneira
"A velha casa de madeira",  de José Caldas
Teatro a Ler - Leitura expressiva de Textos de Teatro para crianças
Fundo Teatral Art’Imagem/C.M.Maia

Inspirado no realismo mágico de Ray Bradbury, autor do coração de José Caldas, na sua poetisa predilecta Cecília Meireles e o seu jogo encantatório de palavras; no humor truculento dos Contos Tradicionais Portugueses e nas conversas com senhoras idosas foi compondo este texto. Várias sequências que foram se entretecendo com a delicada música Mary Keith – palavras musicais, música poética. Um texto evocativo da infância do autor e da intimidade com a sua avó, as suas estórias e – (...) “A Estória não quer ser história. A estória, em rigor, deve ser contra a História. A estória, as vezes, quer-se um pouco parecida à anedota. (...) João Guimarães Rosa. – a sua insubmissão ao poder patriarcal. Assim este texto está mais próximo da estória – os casos narrados pela velha senhora – “máquina do tempo”. Ela viaja pelo passado sem nenhuma lógica histórica. Na verdade, são apenas fragmentos de poesia e de transcendência, trincadas na maça da vida, das memórias e das sensações. As visitas do rapaz a esta grande mãe isenta de paternalismo é um itinerário iniciático com o passado, o presente e um futuro para além da morte – uma viagem pelas estrelas com a misteriosa poesia de Jorge Sousa Braga.

Leitura Micaela Barbosa

Gratuito