Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Maia
Logótipo da Câmara Municipal de Maia

#sorrirseguirseguro

Agenda Cultural_fim de semana

04 a 08 Nov
Adicionar a calendário 2021-11-04 00:00:00 2021-11-08 00:00:00 Europe/Lisbon Agenda Cultural_fim de semana Evento
Agenda Cultural_fim de semana
Cultura

Fim de semana na Maia
O MELHOR DO FOTOJORNALISMO MUNDIAL NUM CONJUNTO DE BOAS PROPOSTAS PARA FAMÍLIAS

A prestigiante exposição World Press Photo realiza-se na Maia há 21 anos e é já um acontecimento de grande relevância no nosso Município e na Região Norte, aguardado com enorme expectativa pelos milhares de pessoas que habitualmente visitam a exposição. Todos os anos a exposição recebe cerca de 8.000 visitantes, incluindo visitas de estudo organizadas por instituições de ensino.
Esta exposição mostra de uma forma precisa, justa e visualmente atraente o que de mais relevante aconteceu no mundo em 2020, promovendo uma reflexão sobre os tempos atuais e sensibilizando cada um de nós para a existência de desafios globais para os quais todos podemos e devemos prestar o nosso contributo. Pode visitar gratuitamente de terça-feira a Domingo, entre as 10h00 e as 22h00. Ainda no Fórum da Maia está patente até 8 de novembro a exposição "Omnisciência: estratégias de fractura e fuga" que apresenta seis peças audiovisuais, impressões e objetos dos artistas Paula Albuquerque, Jennifer Lyn Morone, Coletivo Tiago Martins, João Correia e Sérgio Rebelo e Filipe Vilas-Boas.
A Biblioteca Municipal propõem , mais uma vez, um programa diversificado para toda a Família, contos, histórias divertidas, uma exposição e apresentação de um livro “Morrer para Renascer”, de Filipe Bacelo. . Que o amor seja eterno e eternos sejam todos os dias, é uma inspiradora frase que perpassa na obra de Filipe Bacelo, ensinando que devemos comprometer-nos com a vida, cumprir os nossos sonhos e seguir a voz do coração. “Morrer para Renascer” é um encontro do autor com o seu passado, as suas memórias, mas sobretudo com a determinação de ser participante ativo na sua própria história e viver plenamente e com gratidão o imenso amor que hoje o preenche.
Também para toda a Família, é o workshop de artes plásticas "Este Foral não é Meu" do Museu da Maia. Esta oficina serve de complemento às visitas guiadas às exposições do Museu, privilegiando a Exposição temporária "500 ANOS - FORAL DA MAIA", com o objetivo de dar a conhecer aos utilizadores, a história da Maia e o século XVI, com a atribuição do Foral, em 1519, pelo Rei D. Manuel I.
No Centro Comercial Maia Jardim inaugura amanhã, a mais recente exposição do Gabinete de História, “Uma Maiata por África”. Conheça a história de Cristina Sousa, uma maiata que desde cedo sentiu em si uma vontade de ajudar o outro e poder contribuir para um mundo melhor e mais justo. Inserida no espírito de missão, partiu para África como leiga missionária comboniana e realizou trabalho de apoio a uma comunidade em especial, o povo Pigmeu, na República Centro Africana. Através das suas palavras e fotografias ficamos com uma noção do seu dia-a-dia, da educação, dos cuidados de saúde e vivência na religião.
Bom fim de semana…

Foto: ‘Locust Invasion in East Africa’ by Luis Tato was awarded inhe 2021 Photo Contest. See more: http://www.worldpressphoto.org/.../41410/4/Luis-Tato-NAS-DJ

FÓRUM DA MAIA

30 de outubro a 21 de novembro, 10h00 - 22h00
Fórum da Maia
WORLD PRESS PHOTO 2021

A World Press Photo 2021 e a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável na Maia.
O concurso World Press Photo é a principal competição do mundo para fotógrafos de imprensa, fotojornalistas e fotógrafos documentais, a nível profissional, e estabelece os padrões da profissão. O concurso deste ano atraiu 4.315 fotógrafos de 130 países. No total, foram apresentadas a concurso 74.470 imagens. As fotografias premiadas são apresentadas numa exposição que passa por mais de 100 cidades em mais de 45 países.
A Fotografia do Ano é da autoria de Mads Nissen, intitula-se “O Primeiro Abraço” e retrata o primeiro abraço que uma idosa, Rosa, recebeu em cinco meses, em virtude da pandemia por COVID-19. A História do Ano é da autoria de Antonio Faccilongo, intitula-se “Habibi [Meu Amor]” e retrata a coragem e a perseverança do povo palestiniano face a um dos conflitos mais prolongados e complicados da história moderna.
Um fotógrafo português, Nuno André Ferreira, recebeu o 3º Prémio na categoria de Fotografia Individual, com uma fotografia intitulada “Fogo na Floresta”. Nas palavras do fotógrafo, “A fotografia, representa precisamente um contraste entre os dois planos captados: Uma criança que, com aquela idade, não tem a noção do que é um incêndio, que não tem a perspetiva dos pais — que estão apreensivos com o que se está a passar. Aquela criança está completamente descontraída, com um ar ternurento. É uma expressão que contrasta muito com o que acontece na parte de fora do carro, ainda que algo distante”. Este prémio não é a primeira distinção atribuída ao fotojornalista natural de Leiria. Em 2010, Nuno André Ferreira venceu o prémio nacional Estação Imagem, na categoria Ambiente, e em 2019 conquistou o Prémio Rei de Espanha de Jornalismo, com a fotografia “O Nosso Presidente Marcelo”. Reforçando o apoio aos profissionais do nosso país, e tal como acontece sempre que um fotógrafo português consta entre os premiados, foi esta a fotografia escolhida pela Câmara Municipal da Maia para promover a exposição no Município.
É prestigiante para o Município da Maia ter a possibilidade de apresentar esta excelente mostra de fotografia jornalística e pertencer ao restrito grupo de cidades da Europa e do mundo que acolhem este evento todos os anos. A World Press Photo realiza-se na Maia há 21 anos e é já um acontecimento de grande relevância no nosso Município e na Região Norte, aguardado com enorme expectativa pelos milhares de pessoas que habitualmente visitam a exposição. Todos os anos a exposição recebe cerca de 8.000 visitantes, incluindo visitas de estudo organizadas por instituições de ensino.
Esta exposição mostra de uma forma precisa, justa e visualmente atraente o que de mais relevante aconteceu no mundo em 2020, promovendo uma reflexão sobre os tempos atuais e sensibilizando cada um de nós para a existência de desafios globais para os quais todos podemos e devemos prestar o nosso contributo.
Sabendo que uma imagem tem mais força e gera mais atenção do que qualquer mensagem escrita, tendo por isso maior poder de impulsionar os cidadãos para uma cidadania ativa, a Câmara Municipal da Maia entende que esta exposição é uma excelente forma de reforçar a afirmação e pertinência dos pilares da Agenda 2030 para todos os cidadãos, e para todos os territórios do mundo, sejam eles mais ou menos desenvolvidos.
Nesse contexto, a Câmara Municipal da Maia irá abordar a exposição encarando-a na perspetiva da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e mostrando como os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estão relacionados com cada fotografia premiada retratada.
A World Press Photo 2021 na Maia contará com o patrocínio da LIPOR e da Maiambiente que, à semelhança do que tem acontecido em anos anteriores, divulgará a exposição em quatro viaturas de recolha de resíduos sólidos, ostentando oito das fotografias premiadas.
A inauguração da World Press Photo 2021 na Maia terá lugar no dia 29 de outubro, pelas 18h00, e contará também com a presença da Comissária da Fundação World Press Photo, Martha Echevarria, bem como do fotógrafo português premiado, Nuno André Ferreira. A exposição, de entrada gratuita, estará patente no Fórum da Maia, de 30 de outubro a 21 de novembro, de terça a domingo, das 10h00 às 22h00.
Agendamento de visitas de estudo: infocultura@cm-maia.pt
Outros assuntos: gairi@cm-maia.pt

BAZE OFICINA
Tiveste uma ideia? Aqui podes fazer!
O BaZe Oficina – Fablab Maia, iniciativa inserida no projeto BaZe – Balanço Zero, pretende ser um laboratório de fabricação digital destinado a toda a comunidade. Aqui poderá colocar à prova a sua imaginação na construção de projetos nas mais variadas áreas, tendo sempre como objetivo principal a partilha comunitária de conteúdos, projetos e experiências.
Localizado, provisoriamente, na Galeria 4 do Fórum da Maia, o BaZe Oficina acolhe várias atividades, online e presenciais, de teor educativo/pedagógico inseridas nas temáticas da sensibilização e da consciencialização ambiental, assentes nos objetivos de sustentabilidade e descarbonização que o projeto BaZe – Living Lab Maia pretende alcançar.
O espaço encontra-se atualmente disponível para visitas, agendadas por marcação, através do contacto 930417045 ou do email baze.oficina@cm-maia.pt.
Mais informações em https://bit.ly/3FmkqMA
Juntos construímos futuro sustentável.

Até 8 de novembro
Galeria D. Manuel I - Fórum da Maia
Exposição
"Omnisciência: estratégias de fractura e fuga"

A exposição "Omnisciência: estratégias de fractura e fuga" estará patente no Fórum da Maia entre os dias 2 e 8 de Novembro e conta com seis peças audiovisuais, impressões e objetos dos artistas Paula Albuquerque, Jennifer Lyn Morone, Coletivo Tiago Martins, João Correia e Sérgio Rebelo e Filipe Vilas-Boas.
Artistas: Paula Albuquerque, Jennifer Lyn Morone, Coletivo Tiago Martins, João Correia e Sérgio Rebelo e Filipe Vilas-Boas
Curadoria: Ana Carvalho, Joana Pestana e Patrícia Nogueira.
A exposição é parte integrante do programa do IRI - Imagens do Real Imaginado 2021— Ciclo de Fotografia, Cinema e Multimédia
Programa de encerramento, 8 de novembro:
15h00 — Visita guiada com as curadoras da exposição: Ana Carvalho, Joana Pestana e Patrícia Nogueira;
16h00 — Conversa com a escritora Joana Bértholo
17h00 — Exibição do filme Fordlândia Malaise (2019, Documentário experimental, 41'), de Susana de Sousa Dias

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA MAIA

Sábado, 6 de novembro, 11h30
Biblioteca Municipal da Maia
Espetáculo
“HISTÓRIAS FIADAS”
Sábados mágicos, histórias divertidas, fantasia e imaginação, contos maravilhosos e muita animação. A Biblioteca espera por ti com incríveis leituras para toda a família.
Público-alvo: famílias, com crianças até aos 10 anos
Gratuito
Informações e inscrições: tel.+ 351 22 940 86 38, biblioteca@cm-maia.pt

Até 30 de novembro
Hora do conto
“CONTOS CONTIGO CONTO”
Contos Contigo Conto é a atividade de contar histórias que a Biblioteca Municipal realiza diariamente para os mais novos e que permite o enriquecimento das experiências infantis, o desenvolvimento da linguagem, do imaginário, da criatividade e do potencial crítico das crianças.
Para os mais pequenos, o livro “Irmãos” de Rocio Bonilla, e para os maiores, “Onde está a lua?”, de Jordi Amenós e Albert Arrayás.
Duração: 20m
Gratuito
Informações e inscrições: tel.+ 351 22 940 86 38, biblioteca@cm-maia.pt

Até 27 de novembro
Biblioteca Municipal da Maia
Exposição
“100 anos de Paulo Freire: a ética na educação”
Em 2021 celebra-se o centenário do maior pedagogo de língua portuguesa, de seu nome Paulo Freire. Esta exposição tem por isso o objetivo de o dar a conhecer a um público mais vasto ao mesmo tempo que enquadra a evocação do Dia Internacional da Filosofia.
Horário: segunda das 18h00 às 23h00 / terça a sexta das 09h30 às 23h00 / sábado das 09h30 às 22h30
Gratuito

6 de novembro, 16h00
Biblioteca Municipal da Maia
Encontro com autor
Apresentação do livro “Morrer para Renascer”, de Filipe Bacelo
Que o amor seja eterno e eternos sejam todos os dias, é uma inspiradora frase que perpassa na obra de Filipe Bacelo, ensinando que devemos comprometer-nos com a vida, cumprir os nossos sonhos e seguir a voz do coração. “Morrer para Renascer” é um encontro do autor com o seu passado, as suas memórias, mas sobretudo com a determinação de ser participante ativo na sua própria história e viver plenamente e com gratidão o imenso amor que hoje o preenche.
Gratuito
Informações e inscrições: tel.+ 351 22 940 86 38, biblioteca@cm-maia.pt

MUSEU DE HISTÓRIA E ETNOLOGIA DA TERRA DA MAIA

Sábado, 6 de novembro, 10h30 - 12h00 l 14h30 - 16h00
Museu de História e Etnologia da Terra da Maia
Workshop para Famílias "Este Foral não é Meu"

"Este Foral não é Meu" é uma Oficina (Workshop) de artes plásticas, desenvolvida em Família e que servirá de complemento às visitas guiadas às exposições do Museu, privilegiando a Exposição temporária "500 ANOS - FORAL DA MAIA", com o objetivo de dar a conhecer aos utilizadores, a história da Maia e o século XVI, com a atribuição do Foral, em 1519, pelo Rei D. Manuel I.
Gratuito.
Inscrições obrigatórias.
Inscrições e outras informações:
Museu de História e Etnologia da Terra da Maia
Praça 5 de Outubro-Avioso Santa Maria• 4475-601 Maia
Tel.+ 351 22 987 11 44• Fax+ 351 22 944 06 33
Email: museu@cm-maia.pt
Horários das oficinas: 10h30 - 12h00 l 14h30 - 16h00

Até 30 de dezembro de 2021
Museu de História e Etnologia da Terra da Maia
Exposição “500 Anos do Foral da Maia”

Está patente no Museu de História e Etnologia da Terra da Maia até dezembro de 2021, a exposição que assinala os 500 Anos do Foral da Maia.
Um Foral é, sem sombra de dúvida, um dos documentos mais importantes, na definição da identidade de um território.
Outorgaram-se forais desde antes da independência de Portugal, ora por razões de defesa, ora para incentivar o povoamento, ora para reorganizar o território.
Séculos passados, no final do reinado de D. João II, avolumam-se queixas que levariam a uma profunda reforma dos forais levada a cabo por D. Manuel I. O foral da Maia está entre os muitos que D. Manuel concedeu.
Neste ano em que se assinalam os 500 anos da outorga do foral da Maia, entende a Câmara Municipal disponibilizar ao público uma exposição de longa duração (até 2021) sobre esta temática.
Esta exposição pretende levar o visitante numa viagem no tempo, desde o século XI até ao século XVI, contando a história dos forais e, particularmente, do foral da Maia, mas também a história do território maiato e das suas gentes.

Horários de visita:
Terça-feira a sábado, 09h00 – 12h30 I 14h00 – 17h30
Gratuito

TECMAIA

Até 31 de dezembro
Piso 1 do TecMaia
A MAIA POR ALFREDO CUNHA EM EXPOSIÇÃO NO TECMAIA

A exposição “O Livro da Maia – 2021” – Alfredo Cunha, depois das Galerias do Fórum da Maia, tem agora alguns trabalhos expostos no piso 1 do Edifício TECMAIA. com entrada gratuita, até 31 de dezembro.

"Uma narrativa, um testemunho multifacetado, que autor-fotógrafo-artista teve toda a liberdade em construir e que resulta do seu génio, sensibilidade, inteligência, técnica e talento", destaca Mário Nuno Neves, vereador do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Maia.

É um “olhar para dentro” protagonizado por “alguém de fora”, despido de qualquer preconceito ou guião prévio. "Surpreendente para todos os que são de fora (como o autor é) e folhearão este livro e sobretudo surpreendente para todos os que sendo de dentro, nunca viram o dentro a que pertencem com esta perspetiva".

CENTRO COMERCIAL MAIA JARDIM

5 a 28 de novembro
Centro Comercial Maia Jardim
Exposição “Uma maiata por África”

Conheça a história de Cristina Sousa, uma maiata que desde cedo sentiu em si uma vontade de ajudar o outro e poder contribuir para um mundo melhor e mais justo. Inserida no espírito de missão, partiu para África como leiga missionária comboniana e realizou trabalho de apoio a uma comunidade em especial, o povo Pigmeu, na República Centro Africana. Através das suas palavras e fotografias ficamos com uma noção do seu dia-a-dia, da educação, dos cuidados de saúde e vivência na religião.
Entrada Gratuita
ABERTA AO PÚBLICO: segunda a domingo: 08h00 – 23h00
CONTACTOS: 22 940 86 43 | infocultura@cm-maia.pt
FÓRUM DA MAIA | GABINETE DE HISTÓRIA