Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Maia
Logótipo da Câmara Municipal de Maia

#FiqueEmCasa

Maia no Fórum Educação e Mudança 2020 - "Mudança em ação"

Maia no Fórum Educação e Mudança 2020 - "Mudança em ação"
84277415_858583434600622_2049602889512386560_n
83390225_2755124284577111_8902072194935291904_n
84498566_858583357933963_4068103876430004224_n
emilia_santos_fem_2020_1536x1003
84705114_858583544600611_6774029093630377984_o
img_5436
img_5439
img_5447
img_5464
img_5473
img_5502
img_5441
img_5505
img_5558
img_5507
img_5541
img_5544
05 Fevereiro 2020

Na 1ª Edição do Fórum Educação e Mudança, a Câmara Municipal da Maia, através da Vereadora do Pelouro da Educação e Ciência, Emília Santos, deu a conhecer o Projeto SUPERTABi.Maia, um projeto que vence pelo envolvimento de toda uma comunidade, com especial destaque para os professores que se entregaram voluntariamente a 100h anuais de formação em transformação de práticas pedagógicas.

 

Na primeira edição do Fórum Educação e Mudança (FEM 2020), promovido pela Porto Editora e que se realizou este sábado, 1 de fevereiro, no Centro de Congressos de Lisboa, o concelho da Maia foi apontado como um exemplo de boas práticas no que concerne à inovação em Educação.

Perante os mais de 800 convidados que lotaram o auditório do FEM 2020 – onde constavam professores, diretores de escolas públicas e privadas, investigadores, pais, empresas e que inclui a presença do Secretário de Estado para a Transição Digital, André Aragão de Azevedo, e o Secretário de Estado Adjunto e da Educação, João Costa – a vereadora do Pelouro da Educação e Ciência, Emília Santos, salientou a mais-valia da formação oferecida aos professores com vista à transformação pedagógica, bem como do acompanhamento do trabalho dos professores que é efetuado em contexto real.

Neste FEM 2020, que teve como tema central a “Transformação Digital”, a vereadora do Pelouro da Educação e Ciência referiu, também, que a tecnologia que equipa as salas SUPERTAbi coabita, de forma pacífica com o lápis, os cadernos e os livros, numa dinâmica que faz do aluno o centro da aprendizagem em que o insubstituível professor orienta as atividades.

A metamorfose, que se iniciou há 5 anos, chega, hoje, a 21 turmas e cerca de 550 alunos, dispersos pelos 7 agrupamentos de escolas do concelho.

In Notícias Maia

 

Maia. Sorrir para a vida.
#JUNTOSPELAEDUCAÇÃO