Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Maia
Logótipo da Câmara Municipal de Maia

Sorrir para a Vida.

“Sigue la Tormenta” - Tranvia Teatro - Saragoça/Espanha

23 Nov
Adicionar a calendário 2019-11-23 09:49:00 2019-11-23 09:49:00 Europe/Lisbon “Sigue la Tormenta” - Tranvia Teatro - Saragoça/Espanha Evento
“Sigue la Tormenta” - Tranvia Teatro - Saragoça/Espanha
Cultura

23 de novembro, 21h30
Auditório da Quinta da Caverneira
“Sigue la Tormenta” - Tranvia Teatro - Saragoça/Espanha

“Sigue la Tormenta” [“A tempestade continua”], do dramaturgo francês Enzo Cormann. Tanto a encenação de Cristina Yañez, como as interpretações de Miguel Pardo e Mariano Anós têm sido altamente elogiadas pela crítica e pelo público. Nathan Goldring, encenador de sucesso, quer montar o “Rei Lear”, de Shakespeare, num conhecido teatro de Berlim. Para o convidar para interpretar o protagonista, visita Theo Steiner, um actor reformado, desaparecido há 25 anos. Steiner vive solitário numa remota quinta, na Borgonha francesa. Neste encontro, realizado sob uma grande tempestade, os dois homens iniciarão uma viagem vital e essencial que nos revelará alguns episódios do passado de Steiner e do presente de Goldring. Uma viagem profunda que, tal como o “Lear”, questiona a verdadeira essência da alma humana. “O inferno está vazio e todos os demónios estão aqui” A obra fala sobre o ser humano. Faz-nos questionar sobre a responsabilidade individual e colectiva, a falsa inocência, a banalidade do mal e o silêncio cúmplice. Sobre a rapidez com que esquecemos aquilo que não quisemos saber. E fala também do sentido da arte em geral e do teatro em particular na sociedade em que vivem, porque, como diz o seu autor, “o teatro é uma muralha contra a barbárie”.

Autor: Enzo Cormann; Direcção: Cristina Yañez; Interpretação: Mariano Anós (Theo Steiner) e Miguel Pardo (Nathan Goldring).

M/12
70M
BILHETEIRA
5,00€ Normal
3,00€ Desconto para estudantes, Crianças menos de 6 anos, M/65, Profissionais das Artes Cénicas, Desempregados e sócios do Sindicato dos Bancários do Norte.
Horário: 30 minutos antes do início de cada espetáculo.