Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Maia
Logótipo da Câmara Municipal de Maia

#sorrirseguirseguro

Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2021

11 Set a 19 Out
Adicionar a calendário 2021-09-11 00:00:00 2021-10-19 00:00:00 Europe/Lisbon Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2021 Evento
Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2021
Cultura

O projeto curatorial concebido para a Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2021, contempla um vasto programa de eventos e atividades destinados a diversos públicos, diferentes comunidades de afetos, que serão realizados entre Setembro e Outubro de 2021, nos distintos espaços expositivos do Fórum da Maia, nos espaços exteriores circundantes, no jardim central e nas ruas da cidade.

Na Bienal de Arte Contemporânea da Maia 2021 experienciaremos a expansão e a partilha de imagens mediadoras de múltiplas realidades. Ao distanciamento físico imposto durante os períodos de confinamento da pandemia, aporemos a necessidade de partilha de uma imagética sensível, que habitará os espaços da cidade e se expandirá às diversas plataformas sociais da web, como o Instagram, facebook, youtube, zoom e site, mas também à rádio, televisão e às publicações da cidade da Maia.

O território da Maia, as suas paisagens, o ambiente, a história e a cultura maiata estarão inscritas direta ou indiretamente, nas diversas obras concebidas por mais de cinquenta artistas de diversas áreas, que serão apresentadas nos múltiplos eventos que constituirão o programa da Bienal de Arte Contemporânea da Maia de 2021.

Diversos criadores convocados para a Bienal realizarão no território, junto dos habitantes do município, durante um determinado período temporal ou em residência artística, investigações em torno da história, da cultura, do património, da gastronomia e do ambiente. Inscreverão a intersecção do passado histórico com o desenvolvimento verificado no presente; outros transportarão consigo viagens, experiências e vivências de outras latitudes. Todos convocarão temáticas contemporâneas que nos permitirão pensar o mundo e o futuro a partir do lugar onde (se) expõe, a Maia