Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Maia
Logótipo da Câmara Municipal de Maia

UNIR | Maia na nova rede de autocarros da AMP

UNIR | Maia na nova rede de autocarros da AMP
post_geral_2
post_geral_3
post_geral_4
post_geral_5
post_geral_6
post_geral_7
post_geral_8
post_geral_11
post_geral_12
post_geral_13
24 Novembro 2023

A nova rede de autocarros da Área Metropolitana do Porto entra em funcionamento já no dia 1 de dezembro de 2023, sendo que o Município da Maia, juntamente com Trofa e Matosinhos fazem parte do Lote 1, que vai passar a ser operado pela Vianorbus (consórcio Barraqueiro e Resende).

A nova rede metropolitana de autocarros operará em todos os concelhos da AMP, com exceção do Porto (tirando no início e fim de linhas), onde os STCP detêm a exclusividade da operação dentro do município.

A rede vai operar em Arouca, Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Paredes, Póvoa de Varzim, Santa Maria da Feira, Santo Tirso, São João da Madeira, Trofa, Vale de Cambra, Valongo, Vila do Conde, Vila Nova de Gaia e ainda nas ligações para os municípios vizinhos.

A rede UNIR é a nova forma de mobilidade em toda a área metropolitana do Porto, que pretende simplificar a vida dos passageiros, com uma frota mais moderna e confortável e com uma imagem comum em todo o território, maior cobertura, mais autocarros, mais horários, mais linhas e uma numeração harmonizada em todo o território. O cartão Andante é o único e exclusivo título de transporte em toda a rede, com bilhética e tarifários comuns a todos os municípios.

A nova rede e respetiva imagem vai substituir os serviços efetuados pelos cerca de 30 operadores privados rodoviários na AMP, como por exemplo a Maiatransportes, Caima, AV Feirense, Transdev, UT Carvalhos, Gondomarense, Pacense, Arriva, Maré, Landim, Valpi, Litoral Norte, Souto, MGC, Seluve, Espírito Santo, entre outros.

Os STCP vão continuar a operar na Maia, através das linhas já em circulação- 601, 602, 603 e 604.

A autoridade de transportes responsável pela gestão desta rede é a Área Metropolitana do Porto (AMP).

 

Cartão Andante

Para se viajar na rede UNIR é necessário ser portador do cartão Andante, o título de transporte intermodal, que permite utilizar os vários transportes públicos - autocarro, metro ou comboio - da Área Metropolitana do Porto. Em termos de Andante, existe o Cartão Azul, para ser usado de forma ocasional, e o cartão em PVC para utilização regular. Os cartões específicos para determinados títulos de transporte - 4_18@escola.tp e o Sub23@superior.tp. – são também válidos para a UNIR. Os utilizadores que já possuem o cartão Andante podem usar esse mesmo cartão na rede UNIR.

Com o cartão Andante pode-se viajar na rede de autocarros UNIR, de metro e de comboio, devendo apenas estar o mesmo carregado de acordo com a viagem que se pretende realizar. Este cartão pode ser comprado e carregado na rede de vendas Andante (https://linhandante.com/rede-de-vendas/).

Com a entrada em operação da rede UNIR, passa a haver uma harmonização da numeração das linhas em toda a AMP, sendo que na nova numeração as linhas vão ter quatro dígitos, seguindo uma lógica de atribuição por concelho, para cada um dos 16 servidos pela nova rede. Apesar do acrescento de um dígito, os municípios mantêm o mesmo inicial das suas linhas: 5 em Matosinhos, 6 na Maia,7 em Valongo, 8 em Gondomar e 9 em Vila Nova de Gaia.

Assim, a Arouca ficou atribuído o código de linha 10XX, a Oliveira de Azeméis os códigos 123X, 124X (linhas urbanas) e 12XX, a São João da Madeira o 14XX, a Vale de Cambra 16XX, a Santa Maria da Feira 20XX e 21XX (rede urbana), à Póvoa de Varzim 30XX e 33XX (rede urbana), a Vila do Conde 35XX, a Matosinhos 50XX e 51XX (rede noturna), a Maia 60XX, a Trofa 63XX, Santo Tirso 66XX, Valongo 70XX, Paredes 73XX, Gondomar 80XX, Vila Nova de Gaia 90XX e Espinho 95XX.

 

Pode consultar toda a informação em www.unirmobilidade.pt.