Passar para o Conteúdo Principal Top
Ambiente Maia
Logótipo da Câmara Municipal de Maia

Sorria, está na Maia!

Ciclável 

  • Ciclovias de lazer

    Ciclovia do Parque de Avioso – S. Pedro

    PARQUE AVIOSO 1O Parque de Avioso – S. Pedro situa-se na Freguesia do Castêlo da Maia, desenvolvendo-se numa área com cerca de 33 hectares.

    Encerra, no seu interior, a nascente da Ribeira de Avioso que, juntamente com outras linhas de água, forma a Ribeira do Arquinho, o maior afluente do Rio Leça, conferindo-lhe uma importância estratégica na respetiva Bacia Hidrográfica, o que, consequentemente aumenta a importância ambiental que o parque representa à escala metropolitana.

    No parque desenvolvem-se ações teórico-práticas de educação, de interpretação e sensibilização ambiental rumo a um desenvolvimento sustentado, bem como, atividades de recreio e lazer num espaço naturalizado.

    PARQUE AVIOSO 2Ao longo do parque é possível percorrer uma extensa rede de caminhos, que integram a base estrutural do parque, e que totalizam aproximadamente 4,5km, dotados de circuito de manutenção, diversos pontos de estadia, torres de vigia, zona de merendas, um lago, parques infantis ou simplesmente locais isolados de contemplação e de contato direto com a natureza.

    Os caminhos são em saibro compactado, encontrando-se bem definidos e em bom estado de conservação.

    No parque todos os caminhos são passíveis de serem utilizados por peões e bicicletas. A sua utilização encontra-se condicionada ao horário de funcionamento do parque: Inverno (outubro a março): 8h – 19h e Verão (Abril a Setembro): 8h – 21h.

    Ciclovia do Aeródromo Municipal de Vilar de Luz

    AERODROMO 1Localizada na freguesia de Folgosa, no limite noroeste do Concelho, a 10 Km da Cidade da Maia e a 20 Km da Cidade do Porto, está implantada no Aeródromo Municipal de Vilar de Luz, o qual possui uma área total de 100 ha, inserido numa zona de excecional beleza paisagística.

    O Aeródromo Municipal de Vilar de Luz, sito na Rua de Vilar de Luz, é uma infraestrutura que nasceu de uma iniciativa da Câmara Municipal da Maia. A sua construção iniciou-se em 1992, tendo aberto ao tráfego aéreo de aviação geral em 8 de Agosto de 1995.

    Na vertente da aeronáutica, o Aeródromo Municipal de Vilar da Luz dispõe de uma pista, em asfalto, com o comprimento de 1 700 metros e 30 metros de largura, complementada por quatro taxiways, um dos quais paralelo à pista, e três outros de ligação. Existem ainda duas placas de estacionamento.

    Em termos de infraestruturas, atualmente, possui uma aerogare e uma torre de controlo, hangares para estacionamento de aviões e alojamento de empresas e um bar/restaurante.

    O Aeródromo Municipal de Vilar da Luz é atualmente utilizado para as atividades de escola de pilotagem, aviação geral recreativa, aviação desportiva, aviação de turismo e vigilância aérea, conjugado com os usos associados às demais atividades de lazer que proporciona, uma vez que, para além da pista de aviação, neste espaço funciona ainda uma Ciclovia, uma pista de Aeromodelismo e outra de Radiomodelismo, dispondo ainda de uma escola de prevenção rodoviária, de um lago, e de um parque de merendas.

    AERODROMO 2Em redor deste equipamento é possível percorrer a ciclovia – aproximadamente 4,2km – em forma de circuito fechado, marcado pela expressão natural da paisagem e orografia em presença, e usufruindo do facto de o Aeródromo Municipal de Vilar de Luz se encontrar construído numa acrópole com uma perspetiva privilegiada para toda a área envolvente.

    A ciclovia é em betuminoso e o percurso encontra-se bem definido e em bom estado de conservação. Ao longo da sua extensão existe sinalização vertical que informa os utilizadores que aquele percurso se trata de uma ciclovia, estando proibido o trânsito motorizado. A sua utilização encontra-se condicionada ao horário e funcionamento do aeródromo (9h00-22h00).

  • Ecocaminho da Cidade da Maia

    ECOCAMINHO 1No Concelho da Maia está prevista a execução de uma Ecopista, aproveitando o troço desativado da antiga linha de caminho de Ferro Porto Guimarães, em dois períodos distintos: o primeiro – troço I, que se encontra já executado, e cujo traçado se estende desde a Quinta dos Cónegos até às designadas Vias Paralelas, e o segundo – troço II, a ser desenvolvido a curto prazo, que deverá, em momento oportuno, constituir o prolongamento para Norte, com o intuito de ligação ao Parque de Avioso – S. Pedro, na Freguesia do Castêlo da Maia, numa extensão de 8.8km, coincidente em parte com caminhos de servidão (4.8km) e parte com a rede viária existente (4km).

    ECOCAMINHO 2Nesta infraestrutura, destinada a um vasto mundo de utilizadores, pretende-se criar um espaço canal destinado à atividade desportiva e de lazer o qual deve, de forma clara para o utilizador, dispor de informação suficiente ao seu bom funcionamento e estar munida de boas condições de apoio e de segurança na escolha dos materiais de piso, na localização de espaços de descanso, miradouros, mobiliário urbano, sinalética e iluminação e bem ainda de edifícios de apoio ao mesmo, os quais devem preferencialmente resultar da reconversão de edifícios existentes associados às memórias do antigo canal ferroviário