Passar para o Conteúdo Principal Top
Câmara Municipal de Maia
Logótipo da Câmara Municipal de Maia

#sorrirseguirseguro

Cidades Educadoras

imagem

A escola de hoje deve ultrapassar os muros do espaço tradicional de aprendizagem e deve adaptar-se às necessidades de cada aluno sob a orientação atenta do professor.

Na Maia, este processo de transformação já teve o seu início, contando com um município que se assume, com entusiasmo, como “um agente facilitador de mudança”, através da criação e implementação de projetos que, não priorizando a cultura das notas, pretendem, sobretudo, despoletar o desenvolvimento de human skills como a criatividade, o espirito crítico, o pensamento abstrato, a curiosidade, a gestão socio emocional, a capacidade de autonomia e iniciativa, o gosto pela leitura, pela música e pelas expressões. Competências que se arrogam como uma das peças motrizes capaz de tornar as nossas crianças em cidadãos mais responsáveis, autónomos, participativos e com um perfil adequado a um mercado de trabalho que tem vindo a tornar-se cada vez mais exigente.

Assente na premissão de que a Educação de qualidade é a base da construção de qualquer sociedade, o município da Maia aderiu, no ano 2021, à Associação Internacional das Cidades Educadoras e, consequentemente, à Rede Portuguesa das Cidades Educadoras. Esta adesão pretende constituir-se como uma mais-valia para o município na medida em que permite uma troca de experiências, projetos e ideias, relacionadas com as políticas da atualidade e orientadas para o futuro, no âmbito da Educação no seu sentido lato.
Defensores da importância do trabalho em rede, torna-se evidente que a adesão do nosso Município a uma rede nacional, com projeção internacional será um passo natural e essencial, no sentido do fortalecimento de parcerias institucionais que se consubstanciam numa visão partilhada e consolidada da promoção da Educação.

A Maia, Cidade Educadora, convida-vos a participar neste projeto comum, numa responsabilidade partilhada, para que juntos a possamos transformar num espaço que respeite a vida e a diversidade, para que juntos a tornemos mobilizadora de consciências, para que juntos possamos adequar o território ao potencial humano, despertando para singularidade, criatividade e inovação.

 

Boletim 46 Rede Portuguesa das Cidades Educadoras

Boletim 45 Rede Portuguesa das Cidades Educadoras

Boletim 44 Rede Portuguesa das Cidades Educadoras

Boletim 43 Rede Portuguesa das Cidades Educadoras

Boletim 42 Rede Portuguesa das Cidades Educadoras