Passar para o Conteúdo Principal Top
Ambiente Maia
Logótipo da Câmara Municipal de Maia

Projeto “Maia a Crescer com a Ciência” - LABS.Maia assinala 5.º aniversário

Projeto “Maia a Crescer com a Ciência” - LABS.Maia assinala 5.º aniversário
16 Fevereiro 2024

 

Município da Maia, I3S e Bial assinam protocolo

O Município da Maia, o Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (I3S) e a Bial - Portela & C.ª S. A., assinaram, esta quinta-feira, 15 de fevereiro, na sala D. Pedro IV, o protocolo de colaboração, no âmbito das comemorações do 5.º aniversário do projeto “Maia a Crescer com a Ciência - LABS.Maia”.

O ato contou com a presença da Vice-Presidente da Câmara Municipal da Maia, com o Pelouro da Educação e Ciência, Emília Santos, de Cláudio Sunkel, pela I3S e de José Redondo, CFO (Executive Vice-President de Finance & Operations) da BIAL.

Apostado no desenvolvimento de uma sociedade do saber, o Município da Maia encara como fundamental despertar as crianças e os jovens, o mais precocemente possível, para as ciências experimentais num contexto lúdico, mas também educativo, estimulando o interesse pela ciência, investigação e inovação.

Neste âmbito, o Município da Maia tem vindo, desde 2018, a desenvolver diversas atividades dirigidas especialmente às crianças da educação pré-escolar e aos alunos do ensino básico e secundário.

Para a Vice-Presidente da Câmara Municipal da Maia, com o Pelouro da Educação e Ciência, Emília Santos, “é compensador trabalhar com parceiros que apreciam tanto quanto nós aquilo que é a ciência e a capacidade transformadora e construtora de conhecimento que a ciência nos empresta a cada um de nós”.

A franca adesão e satisfação das crianças e alunos e seus educadores e professores a estas atividades serve de estímulo para que o Município continue a potenciar o contacto com a ciência, não só diversificando as atividades, mas, também, proporcionando um rigor científico adequado aos escalões etários das crianças e jovens.

O Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (I3S), um consórcio liderado pela Universidade do Porto, reúne cientistas de renome internacional que oferecem um vasto leque de competências em investigação básica, translacional e clínica, cuja missão é a de desenvolver abordagens promotoras da saúde e transferir o conhecimento gerado para a sociedade através do estabelecimento de parcerias e colaborações científicas.

Com esta parceria o I3S está a cumprir um dos seus desígnios, garantiu Cláudio Sunkel, que destacou “o espírito do LABS.Maia de permitir que os jovens mexam, experienciem e aprendam”.

“É uma iniciativa a que nos associamos com muito prazer porque está de acordo com os nossos objetivos, nomeadamente na área responsabilidade social, na área de apoiar a ciência e esta iniciativa em particular e meritória para sensibilizar os jovens para a ciência e para o seu estudo”, afirmou José Redondo, em nome da BIAL.

A cooperação que se estabelece entre o Município, o I3S e a BIAL tem como finalidade a continuidade do projeto “Maia Crescer com a Ciência”, cujo objetivo principal se centra no ensino experimental das ciências direcionado para a comunidade em geral e, em particular, para as crianças que frequentam a educação pré-escolar e os alunos dos ensinos básico e secundário, que se vai desenvolver nas instalações municipais da Quinta da Gruta.

Para o efeito, o Município da Maia vai disponibilizar 150.000,00 € ao I3S, para a realização do objetivo e domínio de cooperação do protocolo que se pretende ver aprovado.

Os resultados a obter com a implementação do referido projeto revertem a favor, quer do Município da Maia, no que respeita à elevação dos índices de literacia científica, através do contacto proporcionado aos alunos com problemas científicos reais e aplicação de técnicas laboratoriais de investigação, promovendo uma aproximação entre os mundos da investigação e do ensino e estimulando nos alunos uma atitude positiva em relação à ciência; quer do I3S, no desenvolvimento de competências de trabalho científico e inspirando futuros investigadores; quer da BIAL, na promoção de uma sociedade de conhecimento, estimulando o desenvolvimento científico e inovador, no âmbito da sua política de responsabilidade social.

Os encargos são repartidos entre as três entidades. Cabe ao Município da Maia assegurar os encargos com reagentes e materiais necessários à criação de kits LABS na Escola, Kits Cria+, à dinamização da capacitação, os recursos humanos operacionais e o transporte de turmas.

O I3S assume os encargos com os recursos humanos técnicos especializados na área da ciência, responsáveis pela conceção do projeto e das diversas atividades que o integram, bem como o seu acompanhamento e supervisão.

Já a BIAL assegura os encargos e a aquisição de material laboratorial na importância de 15 000,00 €, repartidos em iguais prestações por 3 anos.

Fotografia: Mário Santos / CM Maia